documentos viajar

Viajar pelo mundo pode ser uma das experiências mais incríveis que uma pessoa pode ter na vida, mas essa atividade exige certas especificações que, se não cumpridas, irão ser um transtorno na hora de realizar uma trip internacional.

Nesse artigo, o leitor ficará informado sobre quais são os documentos necessários e obrigatórios para que qualquer pessoa esteja apta a visitar qualquer parte do mundo sem restrições ou preocupações.

Antes de mais nada, é importante saber que uma visita a um país estrangeiro é diferente de passar uma temporada, já que existe um controle em relação aos dias nas permissões como o visto, por exemplo. Países que não exigem visto possuem outras regras; na Europa há o acordo de Schengen, permitindo que a pessoa fique até 90 dias com o carimbo oficial no passaporte.

Confira abaixo quais são os documentos necessários para desbravar o mundo!

 

 

1. Documentação legalizada

O Passaporte, afinal, é o primeiro documento que é preciso ter para poder viajar, mas para fazer o pedido dele é necessário que todos os documentos estejam em vigor, como o título de eleitor e a licença reservista (para os homens).

No Brasil, a prática de não votar é comum, e isso faz com que o registro da pessoa fique confiscado no sistema do governo, não permitindo que essa pessoa faça movimentações usando o número de CPF ou identidade. Para regularizar essa situação é bem simples, bastando ir a um fórum e pagar uma ínfima tarifa.

 

 

2. Passaporte

Para adquirir o passaporte, é necessário fazer um formulário online no site da Polícia Federal: http://www.pf.gov.br/servicos-pf/passaporte/requerer-passaporte.

Após o preenchimento e pagamento, o documento precisará ser pego na agência da PF mais próxima, onde haverá uma pequena entrevista sobre os interesses do cidadão.

Atualmente o valor do passaporte é R$ 257,25.

 

 

3. Visto

A maioria dos Países ao redor do mundo exigem um visto para que pessoas de outras partes do mundo entrem em suas terras.

Para saber quais Países exigem visto, acesse https://www.ivisa.com/?utm_source=hippie_inheels.

Afinal, o que é um visto? É uma garantia fornecida de um país ao outro de que o cidadão está apto a viajar, pois este está de acordo com a lei em todos os seus aspectos.

Para poder tirar o visto, a pessoa deve fazer uma entrevista e pagar o valor que varia de R$ 400,00 a R$ 1.000,00, dependendo do tipo de visto. Não obstante, pode haver a possibilidade de reprovação na entrevista se os objetivos da pessoa não forem claros.

 

Existem várias classes que fazem o valor do visto variar, por exemplo:

 

 

– Visto de Estudante

– Visto de Intercâmbio

– Visto de Turismo

– Visto de Transporte

– Visto de Tripulante

– Visto de Trabalho

– Visto de Casamento

 

 

4. PID

É necessário que, para que a pessoa esteja apta a dirigir fora do País, esta precisará de uma permissão internacional.

Para requerer essa CNH internacional, basta ao interessado ir ao DETRAN de sua região, solicitar através de sua autoescola ou fazer o processo online em http://www.detran.pr.gov.br/modules/consultas_externas/index.php?url=http://www.habilitacao.detran.pr.gov.br/detran-habilitacao/pid.do?action=iniciarProcesso

 

 

5. Plano de Saúde

Certos Países só aceitam visitantes se esses possuírem uma cobertura médica, pois muitos transtornos podem ocorrer, caso o visitante venha a sofrer algum tipo de acidente dentro do País. Países como os Estados Unidos não possuem hospitais públicos, como no Canadá ou França, por exemplo, e dessa forma, se o visto for para visitação, a pessoa será obrigada a pagar um plano que cubra os dias em que ela ficará fora.

Uma cotação pode ser realizada através do site https://apps.allianzworldwidecare.com/#/1/getNewQuote.

 

 

6. Carteira de Vacinação Atualizada

A maioria dos Países exige que as vacinas estejam todas atualizadas. Esse é um passo muito importante para que haja um controle de possíveis contaminações entre os países. Portanto, se a intenção for a de viajar, deixe a carteira atualizada desde já.

 

Enfim, antes de pensar em viajar, efetue todos esses passos e deixe todos os documentos em uma pasta única, tudo bem organizado, para que assim, quando chegar na imigração dos aeroportos, os fiscais percebam que tudo está legalizado e organizado, facilitando assim a sua entrada sem nenhum problema!

Esperamos ter ajudado, e qualquer possível dúvida, por favor, escreva-nos através dos comentários que estaremos prontos para responder.

 

 

Contínuo e Gerúndio (ING) no inglês   ◄◄